Eudes Sampaio chama vereadores aliados em 2016 de “banda podre”

A forma chula e desrespeitosa como o prefeito Eudes Sampaio (PTB), tratou a maioria dos vereadores da Câmara, durante ato do seu ex-assessor Matias Marinho (PP), ao chamar os vereadores de “banda podre” e defender a eleição de Matias, acende um alerta para os demais candidatos a vereadores.

“Temos que renovar a banda podre da Câmara” disparou Eudes ao defender a eleição de Matias.

Com força tarefa para eleger o tecnólogo em marketing e propaganda e ex-assessor Matias Marinho, Eudes chama de banda podre vereadores que ajudaram a elegê-lo vice-prefeito em 2016 e que após discordar do descaso enfrentado por São José de Ribamar que resultou na renúncia de Luís Fernando, passaram a serem tratados como inimigos por Eudes.

“Quem ele defende hoje, dizendo que é o melhor, chamará de banda podre na primeira oportunidade.  Em 2016 defendia os vereadores que hoje chama de banda podre.” Disse o técnico de enfermagem Wellington.

Os ataques são pesados, revelam uma guerra e apontam para uma relação difícil entre a prefeito e a Câmara.

Além de Eudes, no evento o ex-prefeito Luís Fernando também disparou ataques para os vereadores, entre eles, Moisés Gama, Jota Lindoso e Valdo Coelho. “Não querem o bem da cidade.” Disse LF.


O evento do candidato a vereador, tido como prioridade do prefeito e do ex-prefeito, contou com estrutura gigante, muito diferente da estrutura da maioria dos candidatos, o que revela a atenção especial dispensada.

Já nas ruas, Eudes Sampaio tem mais um problema. Pesquisa da Data Ilha aponta para uma reprovação de sua gestão por 68,2% dos ribamarenses.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *