Negócios

Empresa de R$ 20 mil será responsável por resort de R$ 30 milhões em Tutóia


No mês passado, vídeos e fotos de um empreendimento cinematográfico circularam nas redes sociais e em sites de Turismo, informando sobre a construção de um Resort em Tutóia. A informação é do site Maramais.

Foi descoberto que os responsáveis pelo empreendimento, avaliado em R$ 30 milhões, era a Stelle Incorporadora, criada há menos de quatro meses, sediada em uma pequena sala no centro de Ponta Grossa.

Aliás, é de lá que vem a dupla de corretores de imóveis que se apresentam como CEO e Diretor da empresa que tem capital de R$ 20 mil reais, segundo dados oficiais da Receita Federal.

Este é o perfil da empresa que promete construir um Resort que deve mudar a história de Tutóia.

Com peça publicitária encantadora, o vídeo de apresentação do Dulinem Island Resort, nome dado ao projeto pelos amigos Thiago Weckerlin e Jean Ewerton Conrado Filho, que conseguiram o registro no Conselho de Corretores de Imóveis do Paraná há apenas um ano, parece muito real e atrativo.

Segundo informações oficiais repassadas pela própria empresa a imprensa nacional, a dupla planejava vender logo no início, sem nenhum tijolo na obra, sete bangalôs, com preço inicial de R$ 750 mil reais, o que renderia mais de R$ 5 milhões aos dois amigos.

Para acelerar a venda e ter dinheiro para construção, o anúncio feito na imprensa dizia que o valor das unidades iria subir para R$ 1,1 milhão em apenas 90 dias.

No final, se os dois corretores de imóveis e proprietários da Stella Incorporadora conseguirem vender a ideia, como está no papel, poderão conseguir quase R$ 60 milhões de reais.

Se inscreva no Canal do YouTube

Participe da nossa Comunidade no Telegram

Participe do grupo fechado no WhatsApp