Deputado Dr. Yglésio emite nota sobre mortes e tentativa de homicídio contra agentes penitenciários

Membro da Comissão de Segurança Pública de Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Dr. Yglésio se posicionou sobre a onda de ataques à agentes penitenciários. Hoje, 03 de janeiro, o auxiliar Penitenciário Carlos Augusto foi assassinado em frente ao Banco do Brasil da Cohab. Há um mês, em 02 de dezembro, Anderson Bernardes havia sofrido uma tentativa de homicídio ao sair de casa, na Vila Verde. E ainda na semana passada, 29 de dezembro, o auxiliar Antônio Magno foi assassinado na porta de sua residência.

Em nota distribuída à imprensa, o deputado disse que as duas mortes e uma tentativa de homicídio “são um atentado à Segurança Pública do nosso Estado e a todos os cidadãos maranhenses”.

Confira a nota na íntegra

O deputado estadual Dr. Yglésio, membro da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, externa seu pesar aos amigos e familiares do Auxiliar Penitenciário Carlos Augusto, assassinado hoje, dia 03, em frente ao Banco do Brasil na Cohab. Há um mês, no dia 02 de dezembro o agente penitenciário Anderson Bernardes sofreu uma tentativa de homicídio quando saia de casa no bairro Vila Verde. Ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta. Na semana passada, dia 29, o Auxiliar Antônio Magno foi assassinado na porta de sua residência. As mortes e a tentativa de homicídio destes profissionais são um atentado à Segurança Pública do nosso Estado e a todos os cidadãos maranhenses. Neste momento de dor nos solidarizamos com os familiares e amigos, e solicitamos as autoridades competentes, as providências necessárias que o caso requer, especialmente uma rápida e eficiente investigação para que os responsáveis pelo crime bárbaro sejam punidos, tendo em vista o sistemático ataque a vida dos profissionais de segurança pública do Maranhão.

Pedro de Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *