Autor: Pedro de Almeida

Notas rápidas

Vítima de covid-19, morre o empresário Rafael Lobão

O empresário Rafael Barjona Lobão, internado desde o dia 21 de maio no UDI Hospital, morreu vítima da covid-19.

Rafael Lobão era sobrinho do ex-senador Edison Lobão, filho de Newton Barjona Lobão (falecido).

A Família Lobão e o Grupo Nova divulgaram nota de pesar. “Que o Senhor, nosso Deus, possa nos confortar nesse momento de profunda dor nesta precoce partida para a morada eterna de um ente tão querido e amado por todos”, diz trecho da nota.

O empresário Rafael Lobão, vítima de covid-19, ao lado da esposa Karla Vanessa
Notas rápidas

Oferta de mais leitos gera “festa da infecção” em Grajaú

Tristeza. É o que se pode classificar quanto a inauguração de mais leitos 11 leitos, que não serão destinados a covid-19, na cidade de Grajaú nesta segunda-feira (07).

Querendo faturar politicamente, o prefeito de Grajaú, Mercial Lima de Arruda, promoveu uma “aglomeração da infecção” que teve como convidado especial o secretário estadual de saúde, Carlos Lula.

A festa, que não teve participação da população, foi feita com assessores e servidores públicos dos poderes envolvidos. Carlos Lula é exemplar ao criticar aglomerações deste tipo. Recentemente, a Vigilância Sanitária, vinculada à SES, multou o presidente Bolsonaro por reunir simpatizantes no Maranhão. Mas em Grajaú a cartilha a ser seguida deve ser outra.

Política

PT não digeriu, ainda, Camarão

Pedido de filiação no PT, do secretário de educação Felipe Camarão, marcado para o último sábado (05) e remarcado para esta segunda-feira (07), pegou pelo menos o deputado federal Zé Carlos (PT) desprevenido.

Indagado pela A Carta Política, o deputado Zé Carlos disse que “No PT há um processo estatutário que deve ser seguido. A filiação dele deve ser avaliada pela Executiva Estadual em conjunto com a Nacional e se isso ficar comprovado que será também bom também para o Partido, vejo que não terá problemas”. 

Pelo menos em pronunciamento em vídeo, Zé Carlos não enxerga vantagens nesta filiação. O deputado federal petista divulgou um vídeo e uma carta para o Coletivo Resistir e tratou como atropelada a forma que a filiação de Camarão está sendo tratada no partido.

Sob a ótica ideológica, Zé Carlos cobra filiações “raiz” e diz que Camarão não tem afinidade ideológica com o PT. O petista diz que Camarão tem usado toda estrutura da Seduc para “convencer” os companheiros do PT e ainda dispara contra o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Washington Oliveira, ex-vice-governador do Maranhão e militante histórico do PT, mas sem poder participar da vida partidária por conta do cargo que ocupa.

O anúncio de Camarão, hoje, foi mais tímido, onde vai submeter um pedido de filiação. “Pedirei para ingressar na sigla com muito orgulho e determinação em fazer o melhor para meu estado e meu país”, prometeu pelo Twitter. Apesar de anunciar que deve concorrer ao cargo de deputado federal, a ida de Camarão ao PT tem outro propósito. De ser vice na chapa encabeçada por Carlos Brandão, que assume o cargo de governador com o pedido de afastamento de Flávio Dino no próximo ano, para concorrer ao Senado Federal.

Coronavírus

Dino faz mutirão de vacinação para Paço do Lumiar e São José de Ribamar; 38 anos ou mais

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), utilizou suas redes sociais para informar o Arraial da Vacinação, que na verdade é um mutirão a ser realizado no Shopping Pátio Norte para a população de 38 anos ou mais das cidades de Paço do Lumiar e São José de Ribamar.

A partir das 8h da manhã deste sábado até o meio-dia de domingo a população poderá ser vacinada sem interrupção de horário. Para celebrar o mês junino, o Governo do Maranhão prometeu atrações culturais durante a vacinação da população contra a covid-19. A vacinação é no sistema drive-thru

No início da semana, o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, falou da força tarefa de vacinar mais de 100 mil pessoas nas principais cidades do estado. Fez parte do esforço as cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Bacabal, Santa Inês, Caxias, Codó, Timon, Açailândia, Coroatá e Imperatriz. A SES deu apoio logístico nestas cidades.