Política

Depois de ser perseguido por Roberto Costa, repórter Romarinho é ameaçado por equipe de Edvan Brandão: “Tua hora vai chegar”

Depois de fazer perguntas para o prefeito de Bacabal, Edvan Brandão (PDT), o repórter Romarinho foi ameaçado por um segurança de Brandão de alcunha Cobra. “Se retire daqui que eu estou mandando, porra!”, “Fica esperto que tua hora vai chegar”, “Eu sou homem suficiente para resolver essa parada”, foram algumas das ameaças.

O repórter Romário Alves, conhecido por Romarinho, paga o preço por manter um canal no YouTube longe das hostes da administração do prefeito de Bacabal, Edvan Brandão (PDT). 

O prefeito, que consegue ser unanimidade na mídia tradicional, encontra resistência no canal de Romarinho, que contabiliza mais de 63 mil inscritos e audiência relevante na plataforma do YouTube. 

As perguntas de Romarinho sobre a administração de Edvan foram o suficiente para o seu segurança, de alcunha Cobra, partir para cima do repórter e sua equipe com ameaças à sua integridade física e vida.

O repórter Romarinho disse à Carta Política que já vem sendo vítima de perseguição por conta de sua posição editorial. “Nós temos um programa policial, mostramos acontecimentos de Bacabal e de toda região. Devido Bacabal não ter nenhuma televisão que fale a respeito de falta de água, nós já tínhamos sido alertados. Que tinha data marcada para a nossa equipe de reportagem e tudo, devido alguns posicionamentos que a gente estava cobrando e mostrando a realidade. Mas a gente ficou surpreso com essa situação, devido algumas perguntas que a gente fez ao prefeito”, disse Romarinho Alves. Continua depois do vídeo.

Romarinho já havia sido vítima de perseguição política por conta de sua prática profissional. Recentemente teve problemas com o deputado estadual Roberto Costa (MDB) – padrinho de Edvan Brandão – que rendeu o seu emprego na TV Difusora de Bacabal, onde apresentava o programa Bandeira 2. Roberto Costa não havia gostado de um comentário elogioso de Romarinho ao filho do ex-senador João Alberto (MDB), deputado federal João Marcelo (MDB). A TV Difusora de Bacabal é controlada por Roberto Costa. Com a reviravolta na profissão, Romarinho se encontrou na Internet e, agora, segundo apurado, Roberto tenta reaproximação com o profissional.

Procurado pelo site A Carta Política, o deputado estadual Roberto Costa parou de responder quando foi perguntado sobre o ataque à imprensa feito pela equipe de Edvan Brandão. Já o prefeito Edvan Brandão não respondeu até o fechamento desta matéria.

O império midiático controlado por grupos políticos começa a ruir com o fortalecimento de mídias livres, como blogs, podcasts, YouTube e jornais independentes. O caso de Romarinho é emblemático e mostra como a política do Maranhão trata quem o contraria.