Em comemoração aos 90 anos do ex-presidente da República e do Senado Federal, José Sarney, a Assembleia Legislativa aprovou no começo desta semana, por unanimidade, uma homenagem ao maranhense. A proposta é do deputado Roberto Costa, do MDB, mesmo partido de Zé Sarney.

Sarney completa 90 anos em abril de 2020 e ainda não há data para realização do evento.

Recentemente o ex-presidente Sarney se aproximou do governador Flávio Dino (PCdoB). Desafetos locais, a aproximação se deu pela conjuntura nacional. Pelo menos é o que disse o governador Flávio Dino.

Leia também

Flávio Dino se reúne com José Sarney

O município de Vargem Grande já tem um novo titular da Delegacia da Polícia Civil. O delegado Pedro Adão saiu do cargo após vir à tona a prisão do jornalista Toninho Abreu – que aconteceu com suspeita de abuso de autoridade – e o desgaste com o Poder Legislativo, em especial com os deputados Yglésio (PDT) e Othelino Neto (PCdoB).

A portaria nº 499/2019 da Delegacia Geral da Polícia Civil convoca o delegado Bruno França Sobreira para assumir a Delegacia da Polícia Civil de Vargem Grande. Sobreira dava expediente na Delegacia de Carutapera.

Leia também

Delegado de Vargem Grande será convocado para prestar informações na Comissão de Segurança da ALEMA

Comissão de Segurança vai propor CPI para apurar possíveis arbitrariedades cometidas por delegado

Para os deputados estaduais a ausência do delegado na Comissão de Segurança foi um desrespeito ao Poder Legislativo

A mudança na cidade aconteceu logo após a Assembleia Legislativa pedir a abertura de uma CPI para investigar abusos de autoridade. A CPI foi proposta pelo deputado Yglésio e teve aval do presidente da Assembleia, Othelino Neto (PCdoB), que não descartou momento nenhum a abertura de uma CPI para apurar o caso.

O delegado Pedro Adão se negou à convocação para prestar informações na Comissão de Segurança Pública sobre a condução do Toninho Abreu. “O delegado de Vargem Grande, em um ato de desrespeito com a Assembleia, com o povo do Maranhão não atendeu a convocação”, disse Othelino na Comissão de Segurança logo após o não comparecimento de Adão.

Na oportunidade, Yglésio também comentou a ausência do agente público. “Ele negou aos representantes do povo o direito de entender o que acontece em Vargem Grande, o direito de entender por que tantos abusos de autoridades denunciados por vários cidadãos e cidadãs têm sido cometidos”, disse o deputado Yglésio.

A Assembleia Legislativa do Maranhão vai realizar, nesta quinta-feira (17), sessão solene para comemorar o transcurso dos 30 anos da promulgação da Constituição Estadual do Maranhão. A solenidade inicia a partir das 10:30h, com uma cerimônia militar na qual haverá passagem de tropas. Às 11h será dado início à solenidade no Plenário Nagib Haickel. Durante a cerimônia, deputados maranhenses constituintes que participaram da elaboração da Carta Magna Estadual, no dia 5 de outubro de 1989, serão homenageados e receberão placa alusiva ao ato.

A solenidade contará ainda com o lançamento da “Constituição Estadual revisada e anotada”, produzida pelo Grupo de Estudo da Constituição do Maranhão, presidido pelo deputado Neto Evangelista (DEM).

Receba notícias antes de todo mundo no seu WhatsApp! clique aqui

Na cerimônia, o deputado federal Gastão Viera, um dos parlamentares constituintes que serão homenageados, ministrará palestra. Em seguida, será concedida a palavra aos deputados constituintes Carlos Guterres, então 1º vice-presidente, e José Gentil, único parlamentar remanescente atualmente com legislatura na Casa.

O atual presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), fará as honras da solenidade e o discurso final de encerramento da cerimônia.

Constituintes – Entre os 42 parlamentares que participaram da elaboração da atual Carta Magna Estadual de 1989 estão Anselmo Ferreira, Aristeu Barros, Bete Lago, Carlos Braide, Carlos Guterres, Carlos Melo, Celso Coutinho, Cesar Bandeira, Conceição Andrade, Daniel Silva, Eduardo Matias, Emanoel Viana, Francisco Camelo, Francisco Martins, Galeno Brandes, Gastão Vieira, Inácio Pires, Irineu Galvão, Ivar Saldanha, João Bosco, Jorge Pavão, José Bento Neves, José Elouf, José Genésio, José Gentil, José Gerardo, Juarez Lima, Juarez Medeiros, Juscelino Resende, Kleber Carvalho Branco, Luís Coelho, Marcony Farias, Mário Carneiro, Pedro Vasconcelos, Petrônio Gonçalves, Pontes de Aguiar, Raimundo Cabeludo,  Raimundo Leal, Raimundo Nonato Jairzinho da Silva, Remi Trinta, Ricardo Murad, Léo Franklin, Júlio Monteles e Sarney Neto.

A saída de Gil Cutrim não deve influenciar na presença do seu irmão, Glaubert Cutrim (PDT), no partido. O PDT pode contar com Glaubert para 2022, sendo um virtual sucessor de Othelino Neto (PCDOB) na presidência da Assembleia.

A saída de Gil Cutrim se deve ao não entendimento do ex-prefeito de São José de Ribamar com a executiva nacional do partido. Não teve liga. Mas, no plano estadual, o clã Cutrim segue com o senador Weverton, mandatário do PDT no estado.

Receba notícias antes de todo mundo no seu WhatsApp! clique aqui

Na era dos smartphones, o governo federal quer acelerar a transformação digital dos serviços ao cidadão. E não é só para não ficar de fora da onda tecnológica: a oferta de serviços por meio eletrônico também gera economia para os cofres públicos, além de tornar a máquina mais eficiente no atendimento ao cidadão.

De acordo com o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro, o serviço online é 97% mais barato para o governo do que o físico. A economia compensa, inclusive, o investimento no desenvolvimento das plataformas. “Para cada real investido nisso, o governo economiza outros 17”, diz.

A poupança por meio da prestação de serviços digitais pode ajudar o governo federal em seu desafio de enxugar os gastos com o funcionalismo. Em entrevista ao Valor Econômico, o ministro da Economia, Paulo Guedes, já sinalizou que a intenção do governo é não repor servidores que se aposentarem e cujo trabalho pode ser substituído pela via tecnológica.

E não é à toa: ao fim de 2018, ao menos 108 mil servidores já haviam cumprido os requisitos para se aposentar – e, de janeiro a setembro deste ano, pouco mais de 28 mil deixaram o serviço ativo. Para fechar as contas, o governo terá de equilibrar os gastos com os benefícios e a remuneração dos novos funcionários.

“Vamos redesenhar a estrutura do governo central, que está hipertrofiado, com excesso de funcionários, com salário médio e aposentadorias muito acima do nosso mercado de trabalho”, afirmou o ministro na ocasião.

Por Gazeta do Povo

Durante edição de Podcast, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), comentou o suposto caso de abuso de autoridade na cidade de Vargem Grande. O presidente da Assembleia considerou desrespeito ao parlamento o fato de o delegado, acusado de ter cometido abuso, não ter comparecido à convocação da Comissão de Segurança.
“Diante desse fato, não está afastada a possibilidade de a Assembleia instalar uma CPI para investigar este e outros casos de abuso de autoridade cometidos por esse delegado. Estamos aguardando a posição a ser tomada pela cúpula do Sistema de Segurança”, comentou.

Parece mentira. A Caema volta ao foco do noticiário por uma notícia nada agradável. A Prefeitura de São Luís anunciou asfaltamento em diversos bairros da cidade. No Cohatrac e Vinhais já realizou serviços de pavimentação.

Veja a publicação no blog do Gilberto Léda

Foi justamente nestes bairros que a Caema aproveitou para fazer quebradeira no asfalto para voltar a estaca zero. A parte que não consola é que a Caema é conhecida por não fazer reparo em seus serviços. Lamentável.

Rua 73, no Planalto Vinhais, próximo Praça do Letrado

Asfalto triturado no Cohatrac

Receba notícias antes de todo mundo no seu WhatsApp! clique aqui

O pré-candidato à prefeito de São Luís, Neto Evangelista (DEM), concedeu entrevista ao blog do Caio Hostilio. Na entrevista ele afirmou mais uma vez que é o nome do partido e tem preferência da executiva nacional do Democratas. Destacou o apoio de ACM Neto, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre; prefeito de Salvador, presidente da Câmara de Deputados e presidente do Senado, respectivamente. Na executiva nacional destacou o aval do deputado federal Juscelino Filho, presidente da legenda no Maranhão.

Neto Evangelista tem apoio da cúpula do Democratas e busca apoio de outras legendas, inclusive o PDT de Edivaldo Holanda Jr, caso Osmar Filho (PDT) não tenha um bom desempenho até o começo de 2020

Confira a entrevista completa no blog do Caio Hostilio

Ao ser questionado por Caio Hostilio se O senhor não acha que o debate sobre a gestão que passou ultrapassado?”, o deputado estadual Neto Evangelista responde: “Prefiro não gastar tempo com esse tipo de discussão, quem tem que fazer essa análise é o cidadão, e ele é bem inteligente para discernir. Estou focado em me preparar e preparar um projeto inovador do jeito que São Luís merece.”

Sobre o tempo de discutir a cidade, Neto disse que ainda é tempo de nomes buscarem viabilizar a pré-candidatura dentro de cada partido, desta forma, esse momento a política está em pauta sobressaindo a pauta da cidade. “No meu caso, como o meu partido tem um projeto concreto, venho debatendo a cidade e lógico seria interessante se assim fosse para com todos.”, lamentou.

O seminário aconteceu em Recife, Pernambuco e contou com parlamentares dos estados do nordeste.

No evento foram discutidos os índices de suicídio e de violência contra a mulher na região Nordeste. Mical Damasceno (PRTB) entende que a Assembleia Legislativa precisa propor o debate a toda a sociedade maranhense.

“São problemas que pertencem à nossa realidade diária. Nosso papel no Parlamento é justamente o de fazer com que essas questões sejam divulgadas e que as pessoas, conhecendo seus direitos, possam cobrar do poder público, em todas as suas esferas”, disse.

Nada mudou nem vai mudar com a saída de Eduardo Braide do PMN. De malas prontas para o Podemos, Braide já vai encontrar no ex-partido de Aluísio Mendes (hoje, PSC) aliados políticos no diretório estadual.

Antes de confirmar mudança, Braide tratou de deixar tudo arrumado no nanico PMN. O PMN agora passa a ser comandado por Fernando Braide, irmão de Eduardo. Desta forma, Eduardo Braide confirma o regime cartorial dos partidos que de certa forma consolidam herdeiros partidários.

Com mais estrutura, tempo de televisão, Eduardo Braide vai sair candidato à prefeito de São Luís no Podemos. Para aumentar seu poderio eleitoral, conta com o ex-correligionário Gildenemir de Lima Sousa, o deputado federal Pastor Gildenemyr (PL) para coligar com o partido de Josimar de Maranhãozinho. Hoje, o Pastor é o presidente do diretório municipal do PL e foi eleito pelo PMN com ajuda de Braide.

Diferente da última eleição que só contou com a insatisfação do povo pela gestão de Edivaldo Holanda Jr (PDT), agora Eduardo Braide conta com figurões da política como Aluísio Mendes, Josimar de Maranhãozinho, o PRTB de Márcio Coutinho e a simpatia dos tucanos Roberto Rocha (Senador pelo PSDB) e o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB). O que mudou?