Notas rápidas

André Fufuca nega convite a Casa Civil, mas assume PP nacional

Não é na Casa Civil que o deputado federal André Fufuca (PP-MA) terá um novo desafio na sua carreira política. O deputado negou que tenha recebido um convite para ir para a Casa Civil com o senador Ciro Nogueira (PP-PI), que assume a pasta.

Fufuca disse que sua ida para Casa Civil foi uma sugestão da bancada, mas não passou disso.

O presidente do PP no Maranhão deve assumir de maneira interina o comando do PP nacional enquanto Ciro Nogueira estiver no comando da Casa Civil do Governo Bolsonaro.

Nos últimos dias quem ficou de olho do Progressistas foi o senador maranhense Roberto Rocha (sem partido). Mas Fufuca deve continuar sendo o homem de confiança de Ciro Nogueira.

Cultura

SP: Morre o maranhense Camilo Mariano, baterista do Sorriso Maroto

O baterista Camilo Mariano, músico maranhense, morre em São Paulo, nesta quarta-feira (28), vítima de ataque cardíaco. A informação é do jornalista Djalma Rodrigues.

Camilo Mariano é considerado um dos melhores bateristas do Brasil e atualmente fazia parte do grupo Sorriso Moroto. Já acompanhou Alcione e outros nomes da MPB. O início aconteceu no grupo Nonato e seu Conjunto, em São Luís.

Camilo é pai do também músico e baterista Oliveira Neto, que acompanha o Grupo Argumento em suas apresentações.

Nas redes sociais, Oliveira lamentou a morte do pai. “Seu legado musical ficará encravado em todos, e eu só tenho a te agradecer pela minha vida! O senhor descansou para a vida, meu pai, mas sua memória está mais viva que nunca em nossos corações!!“, disse.

Cultura

Com apresentação de Davi Max, Luau recebe Andson Medonça, CdC, Mayara Lins e outros

Vai ser no pôr do sol que o Luau da Fontini, no Araçagi, acontece no próximo sábado, 31 de julho. O evento, que contará com segurança e promete seguir os protocolos sanitários, terá a presença de Andson Mendonça, CdC, Dunada um Pagode, Laura Fonseca, DJ Dyogenes, Dj Wolf, Luccas Lipe e Mayara Lins.

Com início para as 17 horas, o evento conta com assinatura do produtor Fontini. A apresentação fica por conta do jornalista e colunista Davi Max.

Use máscaras, mantenha o distanciamento necessário e etiqueta sanitária.

Serviço

Evento: Luau da Fontini

DATA: 31 de Julho

HORÁRIO: a partir das 17h

LOCAL: Araçagy

Mais informações: 98515-8323/970036262

Notas rápidas

Mãe de Ciro Nogueira assume mandato no Senado Federal

Com a chegada do senador Ciro Nogueira (PP-PI) à Casa Civil, quem assume uma das vagas do Senado Federal pelo Piauí é a própria mãe do novo ministro de Jair Bolsonaro, Eliane Silva Nogueira Lima.

A mãe sempre participou das campanhas do filho e disputou a sua primeira eleição na condição de suplente de senador em 2018.

Acabo de aceitar o honroso convite para assumir a chefia da Casa Civil, feito pelo presidente Jair Bolsonaro Peço a proteção de Deus para cumprir esse desafio da melhor forma que eu puder, com empenho e dedicação em busca do equilíbrio e dos avanços de que nosso país necessita“, disse Ciro ao confirmar ingresso no Governo.

Política

Weverton muda estratégia, mas continua querendo tudo

Nos últimos dias, depois do banho de água fria que Weverton (senador pelo PDT-MA) e aliados tomaram com a receptividade governista da estadia de Carlos Luppi (presidente do PDT) e José Dirceu (ex-ministro de Lula e petista), o pré-candidato ao governo do Maranhão pelo PDT mudou de estratégia e encena rezar a cartilha do governador Flávio Dino

Prestes a iniciar o segundo tempo da pré-campanha que definirá a escolha de Flávio Dino, Weverton percebeu que empurrar seu nome goela abaixo não vai funcionar, como já ocorreu em 2018. Naquele cenário, no ano anterior das eleições gerais, Weverton já tinha garantido o primeiro nome na chapa de Flávio Dino para o senado. Usou da influência na executiva nacional pedetista para mostrar poder político e antecipar um apoio. O constrangimento não funcionou agora.

Desta vez, a fórmula foi perdendo cada vez mais força. A virada de chave para mudar de estratégia foi quando Carlos Lupi disse, em Teresina, que Weverton era candidato de qualquer forma mesmo sem apoio de Flávio Dino. O governador, que não provocou um encontro, foi procurado por Lupi para repetir o discurso feito longe da jurisdição dinista. Lupi saiu do encontro dizendo que precisava conquistar o coração do governador para Weverton ser candidato.

Weverton estará cada vez mais próximo de Brandão. A proximidade, no entanto, é com interesse de ocupar o lugar do vice-governador que é a preferência de Flávio Dino. Não só o senador, mas seus aliados também começam a participar dos encontros políticos realizados pelo Maranhão. A exemplo do deputado federal Gil Cutrim (Republicanos), que pregou união e disse que não era o momento de esticar a corda. O recado pode até servir para o Weverton, mas foi um recado do próprio senador ao seu maior adversário, Carlos Brandão.

Mais próximo do inimigo, Weverton não só ‘demonstra’ uma suposta lealdade ao governador Flávio Dino, mas observa de perto todos os passos de Carlos Brandão. Por meio de porta-vozes, tem lançado vice-candidaturas que nem de longe são preferência de Brandão, caso improvável de desistência do vice de Dino.

Pode até tentar não parecer, mas Weverton continua querendo tudo. E Flávio Dino sabe muito bem disso e, no caso, pode acabar perdendo uma possível indicação, prometida no passado, na majoritária.