São José de Ribamar

Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Dr. Julinho faz “visita surpresa” ao bairro São Raimundo e constata o descaso da gestão atual

Nesta quarta feira (21), Dr. Julinho foi recebido com entusiasmo pelos moradores do bairro São Raimundo (localizado próximo à sede do município de São José de Ribamar).

O candidato a prefeito pelo PL visitou os moradores da comunidade e ouviu o pedidos de socorro da população, que se considera abandonada pela administração municipal.

Dr.Julinho demonstrou estar no caminho certo. Nessa ação de hoje, o povo, nas ruas ou em suas residências, aplaudiu o candidato, declarando apoio ao 22.

“Hoje foi um dia muito produtivo, de muito trabalho. É dialogando com os cidadãos e conhecendo suas necessidades que poderemos construir dias melhores para a população, que precisa de mudanças profundas já” afirmou.

Destacou a realidade que vivem os moradores do bairro São Raimundo, na pobreza e na calamidade e que muitos só têm uma única fonte de renda: “A única coisa que ajuda esse povo a viver nessa região é o extrativismo do Sururu, que acontece de forma artesanal, sem nenhum incentivo público.”

O candidato a vice-prefeito, Júnior Lago falou da satisfação e da alegria por tantos apoios recebidos no dia de hoje: “A cada reunião, a cada família visitada, a cada aperto de mão temos a certeza de que o 22 vai ganhar essa eleição,” afirmou.

Destaque, Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Pleno do TCE confirma decisão de conselheiro que julgou Dr. Julinho elegível e apto a disputar pleito em São José de Ribamar

O médico Júlio Matos (PL) obteve mais uma importante vitória que fortalece, ainda mais, sua candidatura a prefeito do município de São José de Ribamar, onde ele lidera a disputa com ampla vantagem, de acordo com pesquisas de intenção de voto divulgadas recentemente.

Em sessão realizada na manhã desta quarta-feira (14), o Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), de forma unânime, confirmou decisão do conselheiro Washington Luiz de Oliveira, proferida na semana passada, determinando que o nome de Dr. Julinho seja retirado da lista de gestores com contas julgadas irregulares.

O entendimento soberano do Pleno também tornou sem efeito acordão proferido pela Corte de Contas, de número 303/10, que julgou irregular a prestação de contas do médico referente ao ano de 2007, quando ele dirigiu a Maternidade Benedito Leite.

Os conselheiros não acataram pedido formulado pelo Ministério Público de Contas solicitando a nulidade da decisão monocrática dada por Washington Oliveira.

Em seu despacho, aprovado pelos seus pares, o conselheiro afirmou: “No presente caso a probabilidade do direito por meio de uma cognição sumária se faz incontroversa, ausência de citação válida é erro processual que gera cerceamento de defesa, que consequentemente causa prejuízo, e desta forma, configura nulidade. Portanto, todos os atos decorrentes deste ato nulo são considerados inválidos, conforme dispõe o art. 239 da lei 13.105/2015, que é fonte subsidiária deste Tribunal. Com efeito, é obrigação legal e instransponível do órgão julgador (sob pena inclusive da inexistência total dos atos processuais subsequentes) que reveja seus atos a qualquer tempo, sobretudo se isto gera prejuízo a direito alheio, o que reitera ainda mais o poder geral de cautela conferido constitucionalmente a mim enquanto Conselheiro Relator”.

E completou: “Com base nos princípios e normas legais que regem o presente caso, em destaque a presença do fumus boni iuris e periculum in mora, de acordo os argumentos trazidos à baila pelo Requerente – Sr. Júlio Cesar de Souza Matos, determino, exclusivamente, a suspensão do efeito do acórdão PL-TCE-MA 303/2010, originados no processo 2933/2008, com a retirada de seu nome da Lista de Gestores com Contas Julgadas Irregulares, em relação ao referido acórdão, por ser de direito. Encaminha-se os autos à SESES para adoção das providências cabíveis ao cumprimento desta decisão, bem como a sua publicação, e, após tanto, que os autos sejam apensados ao processo principal, tendo em vista a conexão entre as demandas”.

Legenda foto: Júnior Lago, candidato a vice, e Dr. Julinho: chapa confirmada para disputa.

Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Período em que assumiu a prefeitura na gestão Gil Cutrim pode tirar Eudes Sampaio da disputa eleitoral

O advogado do prefeito Eudes Sampaio (PTB), que teve seu registro de candidatura impugnado, apresentou defesa nesta terça-feira (13). Segundo o documento, o fato de Eudes Sampaio ter assumido a prefeitura no período em que o ex-prefeito Gil Cutrim tirou licença, por duas vezes, não tira o atual prefeito da disputa.

Para justificar sua tese, o advogado citou o exemplo do paulista Geraldo Alckimin, o qual ele se dirige como famoso, que era vice e substituiu o governador por alguns dias no primeiro mandato, sucedeu-lhe no segundo mandato e postulou a eleição como governador para o período seguinte.

No caso de São José de Ribamar, Eudes Sampaio foi eleito vice-prefeito em 2012, junto com Gil Cutrim, reeleito prefeito. Em 2014, assumiu a prefeitura por duas, durante o período que Gil Cutrim tirou licença.

Eudes foi reeleito vice-prefeito, assumiu a prefeitura em 2019 e agora tenta a reeleição, motivo pelo qual, segundo o pedido de impugnação, não poderia ser candidato.

Agora, o caso está nas mãos da Juíza Tereza Cristina, que deve julgar o mérito.

Confira a defesa aqui.

Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Eudes Sampaio chama vereadores aliados em 2016 de “banda podre”

A forma chula e desrespeitosa como o prefeito Eudes Sampaio (PTB), tratou a maioria dos vereadores da Câmara, durante ato do seu ex-assessor Matias Marinho (PP), ao chamar os vereadores de “banda podre” e defender a eleição de Matias, acende um alerta para os demais candidatos a vereadores.

“Temos que renovar a banda podre da Câmara” disparou Eudes ao defender a eleição de Matias.

Com força tarefa para eleger o tecnólogo em marketing e propaganda e ex-assessor Matias Marinho, Eudes chama de banda podre vereadores que ajudaram a elegê-lo vice-prefeito em 2016 e que após discordar do descaso enfrentado por São José de Ribamar que resultou na renúncia de Luís Fernando, passaram a serem tratados como inimigos por Eudes.

“Quem ele defende hoje, dizendo que é o melhor, chamará de banda podre na primeira oportunidade.  Em 2016 defendia os vereadores que hoje chama de banda podre.” Disse o técnico de enfermagem Wellington.

Os ataques são pesados, revelam uma guerra e apontam para uma relação difícil entre a prefeito e a Câmara.

Além de Eudes, no evento o ex-prefeito Luís Fernando também disparou ataques para os vereadores, entre eles, Moisés Gama, Jota Lindoso e Valdo Coelho. “Não querem o bem da cidade.” Disse LF.


O evento do candidato a vereador, tido como prioridade do prefeito e do ex-prefeito, contou com estrutura gigante, muito diferente da estrutura da maioria dos candidatos, o que revela a atenção especial dispensada.

Já nas ruas, Eudes Sampaio tem mais um problema. Pesquisa da Data Ilha aponta para uma reprovação de sua gestão por 68,2% dos ribamarenses.

Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Beto das Vilas reúne mais de 10 mil pessoas em caminhada pelas ruas de São José de Ribamar

“O melhor de São José de Ribamar é a sua gente. Todos os ribamarenses merecem respeito e tratamento digno. E estamos aqui reunidos para dizer: Sim!, para Beto das Vilas”, disse o deputado federal Cleber Verde, em discurso na Campina, onde o povo se concentrou após 5km de caminhada pelas ruas da cidade balneária, convocando toda a população para aderir à candidatura de Beto das Vilas, para Prefeitura Municipal.

A I Caminhada Rumo à Vitória, que aconteceu neste sábado (10), teve como ponto de partida o Viva do Outeiro e reuniu, de acordo com estimativa dos organizadores, mais de 10 mil pessoas durante o ato político.
Ao longo de todo o percurso, uma multidão se juntou ao candidato Beto das Vilas, e sua vice Laís Alencar para caminhar em prol de melhoras ao município, o terceiro mais populoso do Estado do Maranhão.
Os candidatos a vereadores do Republicanos, PTC, PV, PSB e PSD, lideranças comunitárias e políticas, e a população em geral também contribuíram de forma espontânea para o estrondoso sucesso dessa iniciativa. O deputado federal Cléber Verde, ao lado de Beto e Laís, seguiu a pé ao longo de todo o percurso que passou pela avenida Gonçalves Dias, Barbosa, e foi finalizado na Campina.
Entre os mais fervorosos participantes da caminhada ouvia-se: – o povo já escolheu Beto das Vilas.
“Esse é o maior exemplo que o trabalho vem dando certo. O Republicanos é um partido de homens honrados, Beto tem experiência, sempre foi dedicado, e agora chegou a hora da gente ter um prefeito que possa administrar a cidade de São José de Ribamar da forma que ela merece”, acentuou Cleber Verde.
A candidata a vice-prefeita também falou com o povo. “Quero representar as mulheres e todos os jovens ribamarenses. Já chega de retrocesso, vamos dar oportunidade para quem realmente deseja trabalhar pela nossa cidade. É 10!”, disse Laís Alencar (PTC).
No plano de governo do candidato Beto das Vias consta atenção às mulheres, jovens e idosos, com a implantação da Secretaria da Mulher, incentivo a instalação de instituições de ensino superior e técnico na cidade, e também a criação da Casa do Idoso.
Em seu caloroso discurso, Beto das Vilas disse: “Nós não vamos nos intimidar. A eleição só é decidida no dia 15 de novembro, após o resultado das urnas. Até lá vamos lutar e quando vejo a população de São José de Ribamar querendo a mudança com Beto das Vilas aí que minha coragem aumenta”. “Aqui não tem ninguém pago para estar com Beto das Vilas, o povo escolhe o prefeito que tem as melhores propostas de trabalho e o melhor plano de governo. Pela primeira vez, temos uma candidata a vice-prefeita. Vamos valorizar as mulheres de nossa cidade. Não vamos aceitar mais ninguém que não tenha compromisso com nosso povo. Que coisa maravilhosa: O povo veio!”.
“Prefeito que fica em gabinete não faz nada, prefeito tem que estar nas ruas; vendo as prioridades, as necessidades e ir buscar emendas parlamentares, dialogando com o governo estadual e federal”, Beto destacou. E acrescentou: “É triste ver tantos projetos e indicações dos nossos vereadores sendo engavetados porque não existe gestão do poder executivo para realizar. Quero ter a oportunidade de fazer mais por nosso povo. Quero fazer uma administração correta; sabendo economizar e trabalhar os recursos de maneira justa e limpa, aplicando em saúde, educação, infraestrutura, segurança, cultura, em todas as áreas, com um resultado que gere qualidade de vida para toda população”, finalizou.