Capa

Capa, Cidade, Destaque, Eleições 2020, Geral, São Luís

Com o PAPI, Yglésio vai garantir até r$ 200 por família em 2021

O Papi, Programa de Apoio à Primeira Infância, é uma política pública assistencialista, semelhante ao Bolsa Família, voltada para a amenização dos danos causados pela desigualdade social em São Luís, a qual afeta a camada mais pobre dos ludovicenses. A desigualdade impede as crianças de terem acesso ao direito de ser criança.

“O Papi vai transferir renda de até R$ 200 por mês para que a mãe, o pai ou o responsável tenha o mínimo para ajudar na compra de alimento, gás de cozinha, material escolar e qualquer outra demanda da criança”, explicou o candidato do PROS. “O programa é uma forma de ajudar as famílias carentes de São Luís para que possam ter acesso ao básico e viver adequadamente”, concluiu.

O Programa de Apoio à Primeira Infância é o carro-chefe da campanha do candidato e deve atingir 13 mil famílias na capital, cerca de 50 mil pessoas diretamente beneficiadas.

Associado ao Papi estão outros programas que fortalecem o programa maior, que é o Pacto Pela Primeira Infância, a exemplo do Papai Presente, destinado ao incentivo da participação dos pais no desenvolvimento dos filhos; e o Venha Bem, que garante transporte gratuito às pessoas de baixa renda em dias de consulta.

Capa, Geral, Política

Adriano Sarney afirma que vai se manter neutro no processo eleitoral de 2020

O deputado estadual Adriano Sarney, afirmou que se manterá neutro no processo eleitoral de 2020. O ex-candidato a prefeito de São Luís, também negou qualquer tentativa de aliança política com algum dos candidatos que irão disputar o pleito deste ano.

“Quero dizer ao ludovicense que não foi desta vez, mas em breve colocaremos nosso nome novamente na disputa para a população”, disse Adriano.

O parlamentar ainda afirmou que o processo eleitoral deste ano está desigual e não favorece a participação de todas as candidaturas. Mas que em breve colocará seu nome em uma nova disputa. Adriano ainda destacou que a meta agora é eleger os candidatos a vereador e que o trabalho como parlamentar continua com a mesma postura “firme e de cobrança”.

Capa, Eleições 2020, Política, São Luís

Instituto Premier divulga pesquisa em Paço do Lumiar

Uma pesquisa do instituto Premier, divulgada hoje (27) mostra a liderança do advogado e empresário Fred Campos na disputa pela prefeitura de Paço do Lumiar.No levantamento induzido, Fred Campos é o favorito de 33% do eleitorado Luminense, Paula Azevedo aparece em segundo lugar com 22% das intenções de votos. Karla Maria aparece com 9% das intenções de votos, Francisco Neto 8% e Gilberto Aroso 5%.A pesquisa foi contratada e realizada pela PREMIER PESQUISAS, registrada no TSE sob número MA- 05804/2020, com 400 entrevistas nos dias 22, 23 e 24 de setembro de 2020, com margem de erro de 5% para mais ou para menos e o intervalo de confiança de 95%.

Capa, Eleições 2020, Política, Vargem Grande

Advogado Carlos Sergio afirma: Dr. Miguel é elegível

A defesa do ex-prefeito Miguel Fernandes publicou nota nesta quarta-feira (23) rebatendo as especulações de seus adversários, de que o mesmo estaria inelegível e não poderia concorrer ao cargo de prefeito de Vargem Grande nas eleições de 2020, por ter contas reprovadas pelo TCE.

Segundo o advogado especialista em direito eleitoral Carlos Sérgio de Carvalho Barros, Dr. Miguel foi condenado apenas ao pagamento de uma multa, por supostamente não ter adotado providências contra a ex-prefeita Maria Aparecida Ribeiro, quando esta deixou de prestar contas de convênio firmado e encerrado no ano de 2008, o que não o torna inelegível, já que o convênio em questão não diz respeito ao mandato de Miguel, mas de sua antecessora. Explica o advogado, com base na lei da ficha limpa, para alguém ser considerado inelegível é preciso que essa pessoa tenha suas próprias contas rejeitadas, por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa: “ninguém pode ficar inelegível por contas de terceiros”.

Carlos Sérgio, conhecido em Vargem Grande, sua cidade de origem, como “Caché”, tem larga experiência no assunto, com mais de 20 anos de atuação em ações eleitorais. Para ele, que já defendeu dezenas de prefeitos e deputados e foi coordenador jurídico da campanha do governador Flávio Dino nas eleições de 2018, e continua defendendo as causas do governador, sendo também o principal advogado do Deputado Josimar de Maranhaozinho, é comum esse tipo de especulação em período eleitoral, pois, as eleições se tornaram muito judicializadas”, mas lamenta que alguns candidatos recorram a esse tipo de estratégia, que ele considera “golpe sujo” e “desrespeito ao eleitor”.

“As fake news são, hoje, um dos principais problemas em uma campanha eleitoral, mas a legislação já prevê alguns instrumentos para combatê-la, como, por exemplo, a previsão de crimes com penas que podem chegar a 8 anos. Quem se submete esse tipo de trabalho sujo deve estar ciente de que pode estar cometendo um crime eleitoral, e precisa estar preparado para responder por isso”.

“Quando um prefeito não quer discutir a sua própria gestão e não tem propostas, apela para esse tipo de factoide. Pode confundir um ou outro, mas demonstra que está com medo das urnas”.

Carlos Sérgio afirma que Dr. Miguel Fernandes registrará sua candidatura e enfrentará qualquer questionamento dos seus adversários, pois nunca foi homem de fugir da luta. “Miguel foi um grande prefeito, é uma grande liderança, com enorme respeito social, e a população reconhece isso. Seus adversários sabem que com ele na disputa a reeleição do atual prefeito se complica”.

Capa, Eleições 2020, Política, São José de Ribamar

Justiça manda Beto das Vilas voltar ao comando da presidência da Câmara

MARAMAIS – Decisão da Justiça pôs fim, na noite desta segunda-feira (21), a novela “programada” para prejudicar o presidente da Câmara, Beto das Vilas (Republicanos), que teve sua vida e de sua família revirada, um dia após a convenção histórica no bairro Laranjal, que homologou pela primeira vez, um ex-borracheiro e ex-tirador de sururu como candidato a prefeito da terceira maior cidade do Maranhão.

“O que fizeram com a mãe de Beto foi uma verdadeira canalhice. Uma senhora de quase 100 anos ser submetida a isso por interesses dos adversários de Beto. Mas vamos dar o troco de forma democrática, mostrando que o povo tá com Beto.” Disse seu Raimundo, morador do bairro Laranjal.

Na decisão do desembargador, foram afastadas as medidas cautelares que proibiam o acesso do pré-candidato a Câmara de Vereadores e a suspensão do cargo de presidente.

“Fizeram tudo isso porque pela primeira vez na história de nossa cidade, um homem simples poderá governar Ribamar para o povo. De modo pensado, foi montado tudo isso para me prejudicar, mas o povo ficou ao nosso lado e Deus mais um vez provou que estamos no caminho certo.” Disse Beto das Vilas ao receber a decisão da Justiça que o devolve ao comando da Câmara.

Com a reviravolta, Beto recebe a autenticidade da Justiça de que sempre fez a coisa certa e por este motivo volta a comandar o Parlamento Ribamarense.

Vestido da posse

Vereadora há quase 30 anos, Marlene Monroe é a vice-presidente da mesa diretora e já havia mandado separar o vestido da posse, programada para acontecer nesta terça-feira (22).

Na Câmara, a vereadora que tem força de indicação de servidores comissionados na prefeitura, entre elas sua filha, que já foi a responsável pela Folha de Pagamento da Prefeitura, já programava uma mudança geral no quadro de servidores do Poder Legislativo.

Com a decisão da Justiça, Marlene deverá guardar as vestes para outra ocasião, quem sabe, para a posse de Beto como prefeito no dia 01 de janeiro.

Confira a decisão aqui