Destaque

Destaque

Flávio Dino anuncia calendário de pagamento do mês de outubro e 13º salário dos servidores

O governador Flávio Dino anunciou em suas redes sociais hoje (22), o calendário de pagamento dos servidores do Estado relativo ao mês de outubro e 13º salário.

Será pago no dia 29/10 aposentados e pensionistas, no dia 30/10 administração indireta e no dia 31/10 administração direta.

A finalidade do governador é diminuir a movimentação do comércio no final do ano, porém as pessoas ficarão sem dinheiro para as festas de natal, ano novo e início do ano letivo (matrícula e compra de material).

Destaque, Política

Incoerência: Wellington apoia Neto e diz que daqui a 4 anos será seu adversário político

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), anunciou nesta tarde de quinta-feira (15), o seu apoio à candidatura de Neto Evangelista (DEM) para disputa da Prefeitura de São Luís.

Wellington do Curso chegou a figurar como pré-candidato a prefeito de São Luís, porém o seu partido, o PSDB, optou por seguir com Eduardo Braide, que ofereceu a vaga de candidato a vice ao deputado estadual.

Wellington informou que conversou com todos candidatos, e escolheu o que está atrelado ao PDT, partido que o parlamentar faz oposição, pelo menos oito anos.

Destaque, Eleições 2020, Política, São Luís

Sindicato dos Jornalistas divulga nota de repúdio contra intimidações aos profissionais da imprensa

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Luís divulgou uma nota de repúdio contra as intimidações que sofrem os comunicadores durante os períodos pré-eleitorais, com a judicialização de toda publicação que pode ir de encontro a interesses políticos.

Como defensor da democracia e da liberdade de expressão, este blog coaduna com o repúdio a todo tipo de censura.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

Como sempre acontece em períodos pré-eleitorais, já se iniciaram as intimidações contra os comunicadores, de forma a prevalecer, de forma velada, a LEI DA ROLHA, com a judicialização de qualquer publicação que vá de encontro aos interesses políticos dos grupos.

A primeira vítima de que se tem conhecimento foi o jornalista Raimundo Garrone, que no seu blog fez uma denúncia contra um gestor municipal que teria aplicado de forma estrábica, recursos oriundos de emendas direcionadas por um parlamentar, então pretenso candidato à Prefeitura de São Luís. Foi processado, acusado de praticar propaganda negativa contra o parlamentar que ainda não tinha candidatura oficializada. E a denúncia não foi contra o pretenso candidato, que foi citado apenas como o autor das emendas, sem qualquer participação na destinação dada aos recursos.

Outros jornalistas também deverão sofrer este mesmo tipo de pressão, o que repudiamos com veemência, visto que as atitudes de intimidação e até condenações ao pagamento de multas e outras sanções, não contribuirão com democracia e liberdade de expressão.

A DIRETORIA

Destaque, Eleições 2020, Política, São Luís

Yglésio diz que, em 2021, a prefeitura acentuará cobrança de impostos dos ‘grandes’ e isentar MEIs

O candidato a prefeito de São Luís, Yglésio Moysés (PROS) irá isentar os 8 mil microempreendedores individuais (MEIs) existentes em São Luís. A proposta foi anunciada durante as últimas sabatinas do candidato do PROS e pretende fomentar a economia na cidade.

Segundo ele, são mais de 8 mil microempreendedores individuais cadastrados, hoje, na Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz). “Essas pessoas terão incentivo com a isenção do imposto municipal. Eles são responsáveis por cerca de R$ 330 mil anualmente, arrecadação muito pequena perto de um orçamento de R$3,5 bi. Com isso, vamos mudar a cara da nossa gestão e fazer justiça fiscal”.

Em contrapartida, Yglésio garantiu que primeiro vai investir em tecnologia de informação e na modernização da Semfaz para aumentar a arrecadação de tributos. “Vamos acompanhar em tempo real por um aplicativo da prefeitura que vai favorecer o cumprimento das obrigações financeiras com o município, sem precisar ir até a secretaria, enfrentar fila, atendendo o contribuinte em curto prazo”, disse.

O candidato a prefeito de São Luís, Yglésio, disse que vai combater sonegação dentro do Porto do Itaqui. “Uma das primeiras medidas é a instalação de um posto de arrecadação da Semfaz no Porto do Itaqui. É preciso buscar quem são os devedores e ali tem o grande empresariado que lucra milhões e não está pagando. Vou atrás dos devedores, cobrar dívidas de impostos e os centavos que saem dali”, explicou.

Segundo o candidato, haverá uma ‘reforma’ tributária em São Luís. “Somente 200 empresas são responsáveis pela arrecadação na cidade. A grande parte concentrada em um número pequeno de negócios e há um percentual enorme de escape fiscal. Vamos cobrar e tributar o imposto dos grandes empreendimentos que existem na cidade e que não pagam o que deveriam, como por exemplo, dos bancos”, disse ele, argumentando que essa mudança vai proporcionar um incremento da ordem de 15% na arrecadação municipal.