Política

Convocação de Edivaldo para CPI da Covid tem explicação

Não partiu do senador Weverton Rocha (PDT), muito menos da senadora Eliziane Gama (Cidadania) uma trama para convocar o ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (ex-PDT) para a Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19.

Se tem uma pessoa responsável pela convocação é o próprio ex-prefeito Edivaldo Holanda, permitiu que sua gestão fizesse, segundo investigações da Polícia Federal, malversação dos recursos da covid-19.

Holanda, que se declarou “limpo”, pode responder aos questionamentos dos senadores. “Como ex-prefeito, com tranquilidade me coloco à disposição para ajudar no que for necessário para informar sobre as medidas que adotamos para o enfrentamento da pandemia em São Luís“, disse em nota publicada nesta terça-feira (25).

Se o requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) for aprovado, Edivaldo poderá responder e dizer o contrário das investigações iniciadas pela Polícia Federal, ou mesmo, colaborar com as investigações da PF.

Edivaldo não é alvo exclusivo do senador sergipano. Os requerimentos disparados na CPI tiveram como alvos governadores e prefeitos (de capitais) que foram objeto de investigação da Polícia Federal e Ministério Público Federal.

Leia também

Edivaldo Holanda Jr vira alvo da CPI da Covid-19 no Senado Federal

Edivaldo Holanda Jr se diz surpreso e quer falar para a CPI o que fez em São Luís