Análise

Assembleia partidária convocada por Dino coloca Weverton em vantagem na corrida pelo Palácio dos Leões

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), revelou em entrevista recente que deve se reunir no final de maio com todos os partidos que compõe sua base governista.

A convocação dos partidos – que A Carta Política tem chamado de Assembleia partidária – coloca o senador Weverton Rocha (PDT) em vantagem como candidato ao Palácio dos Leões.

O senador do PDT tem costurado apoios com os caciques partidários para constranger Flávio Dino a um apoio à sua candidatura, ou no pior das hipóteses, estimular mais de uma candidatura ao Palácio dos Leões.

Weverton Rocha, que é um dos expoentes do PDT oposicionista no Senado, tem interlocutores bem posicionados em partidos das mais variadas cores ideológicas, inclusive no campo bolsonarista, a exemplo do DEM, Republicanos e até o PSL, partido que elegeu Jair Bolsonaro.

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) tem pouco tempo para surpreender na reunião. Ou o governador Flávio Dino pode informar que o Conselho formado pelos partidos é apenas consultivo e não deliberativo.