Coronavírus, Negócios

Simplício Araújo vê menos risco de contaminação em restaurantes do que ambientes que estão abertos

Uma publicação do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, mostra que bares e restaurantes têm menos risco de contaminação do que outros ambientes que estão abertos, como academias, supermercados, bancos, lotéricas e, principalmente, o transporte público.

Representantes de donos de bares e restaurantes estão insatisfeitos com a medida que proíbe que os estabelecimentos possam abrir para receber clientes presencialmente. Nesta semana, dois empreendimentos declararam fim de suas atividades em São Luís, o Papo de Boteco e o Belô Bar, que tem como proprietário o presidente da Abrasel-MA, Gustavo Araújo.

Participe do grupo fechado no WhatsApp

Os próximos dias serão os mais agudos desta variante de coronavírus, use máscara sempre, lave as mãos e mantenha distanciamento, observe e evite os locais com maior possibilidade de contaminação, faça a sua parte”, disse Simplício Araújo nas suas redes sociais.

Donos de bares e restaurantes vão suspender delivery

Quem pretende parar as atividades por 24h no serviço de delivery são os proprietários de bares e restaurantes. É uma forma de protesto que a Abrasel e o Sindbares encontraram para buscar a reabertura ou perspectiva de quando o setor vai poder abrir novamente.

“Como vamos fazer para pagar a nossa folha de pagamento, nossa energia elétrica, o aluguel e todas as outras despesas? Certamente não será com o auxílio único de 1 mil reais concedido pelo Governo do Maranhão”, diz a nota assinada por Camila di Minda e Gustavo Borges, presidentes do Sindebares e Abrasel, respectivamente.

O bloqueio das atividades acontece na próxima terça-feira (23) e espera que haja uma reflexão sobre a situação vivida por eles.