Política

Governo assina contrato para comprar 4,5 milhões de doses de vacina russa; MA tem R$ 50 milhões para comprar vacinas no exterior


O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), divulgou em suas redes sociais que assinou contrato em que pode garantir 4,5 milhões de doses da vacina russa Sputnik ao Maranhão. A expectativa, segundo Dino, é que a conclusão da compra e início das entregas seja em abril.

O comunista disse que a compra está alinhada com o Plano Nacional de Imunização e que o Ministério da Saúde pode assumir a compra e distribuição. “O Maranhão reitera o compromisso com o Plano Nacional de Imunização (PNI), nos termos da lei. Assim, caso o Ministério da Saúde opte por assumir o contrato, não vamos nos opor. Caso não queira, vamos manter a compra.”, disse o governador Flávio Dino

Dinheiro em caixa para adquirir as vacinas

Em Janeiro, o secretário estadual de saúde, Carlos Lula, revelou que o Maranhão tem disponível em caixa a ordem de R$ 50 milhões para compra de vacinas no exterior. À época, o secretário que também é presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, disse que a compra dependia do relacionamento do estado com os países fabricantes.

“A gente reservou 50 milhões de reais para essa finalidade, mas o ponto não é ter dinheiro e sim disponibilidades, porque agora o mundo inteiro está atrás da vacina. O Brasil acabou sendo excluído, por países como Índia e China. De algum modo eles não respondem a solicitação do país” ressaltou o secretário em 20 de janeiro.

Apesar de divulgar a intenção de comprar 4,5 milhões de doses da vacina Sputnik, o Governo do Maranhão não divulgou quanto vai custar a aquisição.

Se inscreva no Canal do YouTube

Participe da nossa Comunidade no Telegram

Participe do grupo fechado no WhatsApp