Política

Alteração de horários em decreto, do Governo do Maranhão, mostra que não houve diálogo com empresários

Academias, panificadoras, creches, supermercados, Ceasa, postos de gasolina, porto, avicultura não foram ouvidos antes do decreto 36.531 ser publicado pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Antes de publicar, Flávio Dino disse que iria dialogar com a classe empresarial, mas de duas uma: a reunião serviu apenas para comunicar o que seria feito ou o Governo do Maranhão não conversou, de fato, com os empresários.

Depois de publicado, o Governo do Maranhão decidiu mudar o decreto antes mesmo dele entrar em vigor.

Agora academias, panificadoras, creches e supermercados podem funcionar de 6h às 21h.

O Ceasa funcionará entre 0h e 16h.

Postos de Gasolina, farmácias, atividades portuárias e avicultura podem funcionar 24 horas.