Economia

Para preservar economia, Flávio Dino evita lockdown no Maranhão

Lockdown deve ser a última medida adotada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) para frear a circulação do novo coronavírus. Nesta final de semana, o Maranhão ultrapassou a marca de 5 mil óbitos.

Em reunião com todos os poderes, ficou definido que neste momento, para preservar o emprego dos maranhenses, não será decretado um fechamento total das atividades. As autoridades, em conjunto, devem endurecer as medidas restritivas e fiscalizações, em uma ação conjunta dos poderes municipais e estadual.

Receba nossas notícias pelo Telegram! antes que todo mundo

As medidas mais rígidas devem ser tratadas e alinhadas com o empresariado. Toque de recolher está sendo cogitado pelas autoridades. O Governo do Estado terá uma oitiva com a classe empresarial nesta terça-feira (02) e deve ainda informar as medidas que já foram tomadas na reunião deste dia primeiro de março.

Conforme já noticiado, eventos estão proibidos e a partir da próxima segunda-feira (08), haverá suspensão de atividades presenciais no serviço público. Como medida para evitar aglomerações, a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado se comprometeram em ampliar a oferta de ônibus Ilha.

A reunião contou com a participação do Governo do Estado, das prefeituras da Ilha de São Luís e Imperatriz, membros do Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública do Maranhão, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa do Maranhão.