Justiça

Atual gestão do Coren não cumpre decisão da Justiça

O Coren-MA não cumpriu a determinação da Justiça do Trabalho que há mais de 40 dias decidiu pela anulação da demissão da enfermeira fiscal Djayna Nunes. A decisão saiu desde o dia 18 de setembro, de forma eletrônica. A demissão ocorreu por justa causa em meio à pandemia após a decisão do processo administrativo aberto por Kheila Passos, integrante da Chapa 1, juntamente com Antonia Cristiane. Ambas concorrem às eleições do COREN que acontecem neste domingo, dia 8.

Em virtude do não cumprimento da determinação pelo Coren-MA, a Justiça do Trabalho endereçou ao Conselho o Mandado PJe-TJ nº 571/2020 para que fosse oferecida à enfermeira Djayna Serra Nunes a oportunidade de defesa para que somente após essa defesa fosse tomada uma decisão referente ao processo administrativo.