PAPI: Yglésio quer projeto que transfere até R$ 200 para primeira infância aprovado por Edivaldo Holanda Jr

O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) cobrou na Assembleia Legislativa do Maranhão que o Programa de Apoio à Primeira Infância – PAPI, seja implementado de imediato pela Prefeitura de São Luís. O PAPI, apresentado como anteprojeto de lei e enviado à prefeitura de São Luís, vai transferir de R$ 100 a R$ 200 por família com crianças de 0 a 6 anos, atingindo cerca de 13 mil famílias dentro de São Luís.

Corroborando com a ideia de que as ideias não são nossas exclusivamente, que os temas são gerais e as propostas são específicas, nós apresentamos isso aqui como uma indicação para o Prefeito Edivaldo Holanda Junior, para que, neste último ano de mandato, ele implemente o Pacto pela Primeira Infância e o Programa de Apoio à Primeira Infância, que é o PAPI.”, disse o pré-candidato a prefeito de São Luís, Dr. Yglésio (PROS) durante a sessão legislativa desta terça-feira (25).

Comunidades

Yglésio tem realizado o ‘Papi Comunidades’, onde discute com as famílias o programa que protege a primeira infância. O primeiro bairro a dialogar com Yglésio foi o Alto da Esperança, no último sábado (22). Ontem, o pré-candidato do PROS esteve reunido com mães e famílias do Sol e Mar, Divinéia e Vila Luizão.

É de histórias como a de Joana, de 31 anos, que o Papi não quer que se repita. “A minha vida nunca foi fácil. Fui abandonada pela minha mãe quando eu tinha 12 anos e eu acabei entrando para o mundo das drogas. Entrei em uma situação muito difícil da minha vida e eu não quero que os meus filhos passem pelo que eu já vivi. Eu quero que eles estudem, terminem os estudos deles e sejam pessoas melhores no futuro.”, disse Joana, em tom de desabafo, no encontro desta terça-feira.

“Quando a gente fala em atenção à primeira infância, tratamos de frequência escolar, acompanhamento médico, uma série de situações que são importantes no dia a dia. Uma criança ter acesso, por exemplo, a um coordenador escolar pedagógico que está o tempo todo em contato com a família, verificando como ela está”, disse Yglésio.

Nesta quinta-feira (27) é a vez de ouvir a Cidade Operária e adjacências. Ao fim dos encontros do ‘Papi Comunidades’, o Dr. Yglésio vai levar em mãos o projeto de lei do Programa de Apoio à Primeira Infância com a versão final com a co-participação das mães que participaram de todos os encontros.

Pedro de Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *