O pré-candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide, do Podemos, teve sua segunda representação por propaganda eleitoral antecipada.

Desta vez, o Procurador Regional Eleitoral no Maranhão, Juraci Guimarães Júnior, também o representou por abuso do poder político e/ou econômico.

O vereador de São Luís, Marcial Lima, também foi representado.

A motivação da representação foi uma Live Solidária – Boi de Santa Fé, organizada pela TV Mirante, em que Marcial e Braide tinham nome exibido na base direita da tela como patrocinador.

Só pensa em eleição

O pré-candidato do Podemos, Eduardo Braide, parece só pensar em eleição.

Como resposta a uma denúncia do deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) sobre o município de Icatu, o partido de Braide pediu na Justiça que os vídeos produzidos pelo também pré-candidato a prefeito fossem apagados.

Para Braide e seu partido, a prerrogativa de deputado do Dr. Yglésio configura como propaganda negativa antecipada.

Vale lembrar que os dois deputados foram votados dos municípios e Icatu não é a única cidade alvo das fiscalizações de Yglésio durante a pandemia.