Destaque, Saúde

Pandemia: Enfermeiros protestam, na porta São Domingos e UDI Hospital, contra aumento de carga horária

Manifestações para barrar o aumento da carga horária de profissionais da enfermagem foram feitas na manhã desta quinta-feira (4) na porta do São Domingos, na Avenida Jerônimo de Albuquerque e em seguida no UDI Hospital, na Avenida Carlos Cunha.

As denúncias dos profissionais apontam que os hospitais impuseram aumento de 50% na jornada de trabalho de técnicos e enfermeiros, diminuindo o tempo de descanso deles.

A jornada praticada até agora é de 12×60 (12 horas de trabalho por 36 de descanso); a nova, apresentada pela direção, é de 12×36 (12 horas de trabalho por 36 de descanso).

Havia um plano, segundo denuncia feita pelo deputado estadual Dr. Yglésio (PROS), de que o Hospital São Domingos iria fazer demissões para substituição da carga horária atual pela nova. Com as demissões e novas contratações, o Hospital iria economizar quase R$ 2,5 milhões.

Ainda ontem, depois da repercussão, o Hospital São Domingos disse em nota que ampliação da carga horária está suspensa, por hora, e que vai continuar o diálogo com a categoria.