O Jair Bolsonaro deixará o PSL. A saída de Bolsonaro da sigla interessa um presidente estadual do partido bem longe de Brasília: o vereador Chico Carvalho, presidente do PSL Maranhão. A sigla no Maranhão nunca atraiu grandes holofotes nem disputas partidárias, o vereador Chico Carvalho sempre conseguiu manter o partido coeso ao lado do também vereador de São Luís, Pereirinha. Acontece que o mar calmo acabou com a chegada de Jair Bolsonaro no partido para ser candidato a presidente.

No Maranhão, muitos tentaram surfar na onda bolsonarista para viabilizar projetos para o Governo, Câmara de Deputados e agora para a prefeitura de São Luís. As falas de Chico Carvalho sempre são de que é alinhado do Luciano Bivar, fundador e presidente nacional do partido, afastando qualquer interferência do clã Bolsonaro no partido do Maranhão. Esse, aliás, foi um dos motivos que fizeram Bolsonaro sair do partido: não conseguir o controle do partido em todo o Brasil.

O PSL Maranhão não conseguiu fazer nenhum deputado federal e conta com um deputado estadual, o estreante Pará Figueiredo (PSL). Sem Bolsonaro, a sigla deve ter uma baixa na bancada federal, mas certamente o partido não voltará ao tamanho inicial, um partido nanico sem expressividade no cenário nacional. Sem bolsonaristas no partido, Chico Carvalho vai continuar dando as cartas no Maranhão.