O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) saiu da prisão nesta sexta-feira (8) depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu a execução imediata da pena após condenação em segunda instância. O petista fez um pronunciamento na vigília mantida por militantes do partido em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde ficou preso durante cerca de um ano e meio. O discurso dá pistas do que se pode esperar do ex-presidente em liberdade.

Leia também

Lula pode ser candidato após a decisão do STF? Entenda a situação eleitoral do petista

Lula é solto após 580 dias

Lula Preso: Custo da “diária” do petista custou 5 vezes mais que quarto no Copacabana Palace

Lula não citou as eleições municipais de 2020, mas deu a entender que vai participar ativamente da disputa. O petista prometeu “percorrer o país” agora que está livre. Também agradeceu o apoio da militância do partido, que montou um acampamento em frente à sede da PF em Curitiba desde que ele foi preso.

“580 dias gritaram aqui: ‘bom dia, Lula, boa tarde, Lula, boa noite, Lula. Não importa se estivesse chovendo, que estivesse 40 graus, que estivesse zero grau. Todo santo dia, vocês eram o alimento da democracia”, afirmou. (Gazeta do Povo)