Na manhã desta terça-feira (24), a Câmara Municipal de São Luís fez estreia da sessão remota. A Câmara saiu na frente diante as outras casas legislativas do Maranhão, inclusive da Assembleia Legislativa, que deve fazer sua primeira sessão na tarde desta terça-feira.

A sessão, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT), teve a participação também do secretário municipal, Lula Fylho (Saúde). Os vereadores devem destinar, cada um, R$ 100 mil em emendas para a Secretaria Municipal de Saúde.

Os recursos devem ser usados para compra de Equipamentos de Proteção Individual, a exemplo de macacões para o Samu. O secretário disse que 2.000 macacões devem ser adquiridos com o recurso, além de insumos.

Ventiladores mecânicos não devem ser adquiridos com o recurso das emendas, Lula Fylho disse que a compra já foi iniciada e a Prefeitura tem dinheiro em caixa para comprar esses equipamentos.

Até meio dia, 15 vereadores estavam on-line na sessão remota. O vereador Pavão Filho, que propôs suspensão de todas as atividades, não estava na sessão.