Renato Bolsonaro viabilizou liberação de ao menos R$ 110 milhões para prefeituras de SP; ele nega receber vantagens

O comerciante Renato Bolsonaro foi responsável foi viabilizar a liberação de ao menos R$ 110 milhões para prefeituras de SP. A informação é da Folha. Renato, que é comerciante, tem atuado para fazer mediações informais nas demandas de prefeitos do estado de São Paulo. O irmão de Bolsonaro não tem qualquer cargo no Governo Federal.

O jornal paulista identificou a participação do irmão do presidente na liberação de dinheiro para ao menos quatro municípios do litoral e do Vale do Ribeira, região de origem da família Bolsonaro.

O intermédio de Renato é nítido em solenidades de anuncio de obras, oportunidades que assina como testemunha de contratos de liberação de verbas. Os eventos servem de palanque para o irmão do presidente discursar e receber elogios dos prefeitos na ajuda no contato com a gestão federal comandada por Jair Bolsonaro.

Depois da atuação de Renato Bolsonaro, foram mais de R$ 110 milhões repassados para construção de pontes recapeamento asfáltico e investimento em centros de cultura e esportes nas cidades de São Vicente, Itaoca, Pariquera-Açu e Eldorado, município onde moram familiares do presidente. 

Renato nega ser pago nesse trabalho e não responde se alguém custeia seus gastos, que incluem viagens pelo estado de São Paulo.