Com déficit de R$ 1 milhão, Aldenora Bello suspende atendimento SPA

Pioneiro no tratamento do câncer no Maranhão, o Hospital Aldenora Bello suspendeu o Serviço de Pronto Atendimento nesta quinta-feira (3) por falta de repasse do SUS (Sistema Único de Saúde), de responsabilidade federal. Segundo informações obtidas pela Agência Tambor, o déficit chega a R$1,1 milhão.

A assessoria do hospital informou que os pacientes que chegam no setor emergencial estão sendo encaminhados para outras instituições. Além da suspensão do Pronto Atendimento, alguns medicamentos estão em falta.

“Tivemos que fechar para não comprometer o atendimento dos pacientes já internados e cirurgias agendadas. Estamos trabalhando para mudar essa situação o mais breve possível”, afirmou Antônio Dino Tavares, vice-presidente da fundação Antônio Dino – mantenedora do hospital por meio de doações. (Giovana Kury)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *